domingo, setembro 12, 2010

Aprendi!


Aprendi que amar não significa ter,
mas pode significar abdicar;
Aprendi que a distância faz-nos ver as coisas com os olhos da realidade,
mas não apaga os sentimentos verdadeiros;
Aprendi que preciso pensar em mim e no que as minhas atitudes vão 
causar sem me preocupar sempre da perspectiva dos outros;
Aprendi que nem sempre está presente quem queremos que esteja
mas não significa que não se preocupe connosco;
Aprendi que a dor nos faz crescer e ficar fortes,
mas que poderiamos evitá-la muitas vezes;
Aprendi que há momentos na vida que não importa o que eu sinto, o que eu acho que os outros sentem
porque simplesmente nada faz sentido e só uma coisa chamada tempo
dirá a palavra final;
Aprendi que o silêncio é algo necessário
mas tão incompreendido por vezes;
Aprendi que a vida é muito mais do que aquilo que sentimos,
vemos ou está ao nosso redor;
Aprendi que viver significa olhar para além do presente e acreditar
que a história da nossa vida ainda não terminou;
Aprendi que viver não é compreender,
mas que muitas vezes deixamos de viver para tentar compreender;
Aprendi que a saudade não morre
mas apenas adormece e sempre volta acordar;
Aprendi que nesta vida tudo é efémero
e o que realmente perdura
é o que geralmente pouco valor damos;
Aprendi que para ser feliz é preciso tão pouco
e esperamos sempre tanto;
Aprendi que sempre tinha razão quando dizia a frase
"o amor tudo vence até o bem e o mal"
pois o Amor é e sempre será a única arma com poder suficiente
para vencer todas as barreira
Amor no sentido mais amplo e abrangente
Amor no verdadeiro sentido da palavra;
Aprendi que sem Amor não se vive
apenas se sobrevive;
Aprendi que nem sempre sabemos amar
e que nada pode ser tido como garantido;
Aprendi que não basta as pessoas saberem o que significam para mim
mas que é preciso demonstrá-lo;
Aprendi que a vida é uma aprendizagem constante;
E espero ter aprendido que os erros não são para ser repetidos
e sim para serem um ensino para um novo caminho.

(Eu, uma caneta e um pedaço de papel na tarde de 28/08/2010)